quinta, 24 maio 2018 10:57

Capacitação Maré Verde: Surfando em ondas de solidariedade

No dia 19 de maio, aconteceu na FUNCESI mais uma reunião geral do Programa de Extensão “Maré Verde” com o objetivo de capacitar todos os membros atuantes no Programa de Extensão, fruto de uma parceria entre a FUNCESI e a UNIFEI (http://www4.funcesi.br/web/index.php/funcesi/paginas/programa-mare-verde).

O Programa Maré Verde desenvolve atividades por meio de práticas acadêmicas que interligam a Universidade e as comunidades envolvidas, visando atender demandas sociais e proporcionar uma formação mais cidadã aos envolvidos nos trabalhos.

Estiverem presentes cerca de 60 pessoas (alunos extensionistas da FUNCESI e UNIFEI, participantes do projeto) que puderem aprender um pouco mais sobre a localidade onde atuarão. Este conhecimento é fundamental, pois as atividades oferecidas pelos integrantes do programa caracterizam-se por ações de caráter teórico e prático, planejadas e organizadas de forma sistemática após estudos das regiões a serem abrangidas.

Na capacitação do dia 19 de maio, os membros do Maré Verde receberam orientações sobre as políticas públicas em defesa dos direitos das comunidades quilombolas com o palestrante Jhonatan dos Santos Ferreira, que é remanescente da comunidade quilombola do Capoeirão, pesquisador da UFMG e membro do Departamento de Promoção da Igualdade Racial de Itabira. Jhonatan abordou o tema: Comunidade Quilombola do Capoeirão: aspectos da identidade, educação e pertencimento.

Em seguida, o professor Diogo Luna Moureira (professor da Funcesi e coordenador do projeto) apresentou aos alunos alguns desafios a serem enfrentados na promoção de ações estratégicas na Comunidade Quilombola, tendo discorrido sobre o tema: Aspectos introdutórios da lei nº 12288/10 (Estatuto da Igualdade Racial).

Foi um dia proveitoso e de bastante troca de experiências que possibilitou a análise crítica e a reflexão sobre a importância das ações afirmativas previstas no Estatuto para o combate da desigualdade racial no país e para a promoção da igualdade de oportunidades desta minorias.

Leia 1322 times

Receba informações