quinta, 24 maio 2018 11:01

II Seminário de Cultura, Meio Ambiente e Sociedade

Palestras com temáticas atuais, minicursos, intervenções artísticas e oficinas marcaram o II Seminário de Cultura, Meio Ambiente e Sociedade promovido pela Funcesi
Auditório cheio, público ávido por informações e conhecimento, participação maciça de alunos, professores e coordenadores marcaram o Seminário de Meio Ambiente, Cultura e Sociedade, desenvolvido pela Funcesi na noite de 9 de maio.
Um pouco antes do início das palestras realizadas no auditório, o público foi convidado a assistir e participar do Coletivo Viravoltear, grupo formado por jovens artistas itabiranos que, utilizando linguagem moderna, convidou todos para uma reflexão sobre o mundo atual.
Após a apresentação artística, o auditório foi tomado por alunos, professores, coordenadores de cursos e diretores que tiveram a oportunidade de assistir duas palestras, diferentes nos conceitos, mas semelhantes entre si no que se refere à inserção de jovens no mercado de trabalho.
A primeira palestra da noite ficou a cargo de Lucas Gonzalez, diretor de Operações da Transpes, que falou sobre “Mercado de Trabalho: oportunidades e desafios”. Durante sua palestra, Lucas falou sobre suas experiências no mercado de trabalho e suas experiências de vida, uma vez que estava focado em mostrar aos jovens como funciona e o que é importante para o mercado.
Lucas insistiu muito no tema comprometimento, participação e envolvimento, lembrando que a tecnologia, automação, robotização e substituição de pessoas por máquinas estão se desenhando como o cenário futuro do mercado de trabalho.

Além disso, apresentou uma dica valiosa para os jovens que, em breve, disputarão uma vaga no concorrido mercado de trabalho: “É extremamente importante que façamos mais do que esperam de nós. Esse é o grande segredo se quisermos alcançar um lugar ao sol”. Finalizando sua palestra, deixou alguns conselhos para os alunos: comprometimento, superação de expectativas, surpreender as pessoas, aprender sempre, aquisição constante de conhecimentos e pesquisas constantes.

A outra palestra da noite teve como condutor Anderson Luis Coelho, presidente do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 4ª Região – CREFITO-4. Seu tema foi “Posicionamento do Crefito4 quanto à oferta de EAD na formação de fisioterapeutas”. Para Anderson, o momento é bastante oportuno para se falar sobre ensino a distância e sua indiscriminação pelo país, principalmente quando atinge os cursos na área da saúde.

“A gente veio a Itabira num momento muito oportuno, principalmente para discutir sobre a exposição indiscriminada dos cursos de graduação, modalidade ensino a distância, na área de saúde, pelo país”, disse Anderson.
E deu um alerta: “Como formar profissionais humanizados, com uma troca de experiências, treinamentos no perfil profissiográfico do professor, a formação das habilidades técnicas sem o contato real. Isso pode ser um risco fatal”.

 

"Estive presente na quarta-feira à noite, e foi o suficiente para sair satisfeito. Primeiramente, pelo minicurso sobre Fáscias com o prof. Cristiano Queiroz e depois com a fala do presidente do Crefito 4 sobre a expansão dos cursos em EaD na área da saúde. Diria que a primeira fala qualificou a segunda. Depois da exposição do professor Cristiano, ficou clara a importância do ensino presencial e pudemos perceber o quanto é perigosa e nefasta a lógica do mercado atuando sobre a educação, conforme demonstrado pelo presidente do Crefito. Excelente a iniciativa do Seminário e a escolha dos temas. Que se repita em breve!"

Professor Licínio Andrade

 

"Tive a oportunidade de assistir àpalestra sobre Fáscias, na minha percepção foi excelente. O palestrante demonstrava pleno conhecimento sobre o assunto e assuntos correlacionados. Foram demonstradas em alguns momentos técnicas para o entendimento do tema abordado. A infraestrutura excelente, assentos confortáveis e estrutura para anotações. Achei produtivo, inspirador e interessante para minha formação e despertou minha atração pelo tema."

Aluna do 3° período do curso de Fisioterapia Karina Bianca Costa Braz

 

“O curso sobre o embelezamento das mulheres que estão no tratamento de câncer nos mostrou como a autoestima faz toda a diferença. Mostrando que apesar do momento de fragilidade da mulher, ela se sente “empoderada”, e se motiva a cuidar mais de si. Tanto fisicamente quanto psicologicamente.”

Aluna do 7° período do curso de Fisioterapia Fernanda Caroline Maia

 

“Eu gostei bastante.  Primeiro pela possibilidade de preparar uma exposição sobre aspectos um pouco diferentes dos meus domínios. Segundo pela interdisciplinaridade, já que minha exposição dependia da participação do prof. Aloísio. Tratamos de pluralismo jurídico relacionado aos aspectos em torno de temas como: discurso de ódio, paternalismo jurídico e controle dos corpos e hipóteses de aborto, novos arranjos familiares, liberdade religiosa e crimes relativos ao sentimento religioso, dentro outros aspectos, igualmente polêmicos. Um ponto em especial me marcou muito e acredito que todos que participaram de nosso debate. Trata-se do momento em que os alunos participando ativamente das discussões sobre violência de gênero e aborto, tivemos o depoimento pessoal de uma aluna que nos relatou sua experiência na condição de vítima de delito sexual.  Acredito que essas atividades funcionam como verdadeiros estímulos aos alunos para a busca de horizontes distintos daqueles traçados nas atividades de ensino em sala de aula.  Exercitam ainda seu criticismo e gera, para nós os professores espaços férteis para eventuais estudos pontuais”

Professor Pedro Paulo da Cunha Ferreira

 

“O Seminário foi "muito bom", contou com uma participação ampla de alunos. O tempo para a fala da dupla de docentes responsáveis pelo minicurso “Ética e discursos de ódio” foi suficiente para apresentação de ideias e ainda foi possível e muito produtiva a fase de debates com os participantes por cerca de 20/30 minutos”

Professor João Victor Nascimento Martins

 

“O evento realizado foi um sucesso! A FUNCESI está de parabéns como de costume. O seminário permitiu aos alunos participar de palestras e minicursos, com temas variados e relevantes, explorados por profissionais que conduziram muito bem os trabalhos. Os alunos foram incentivados a discutir e a pensar a respeito de temas como: Identidade, Pluralismo e Ética, extremamente relevantes e aplicáveis ao mercado de trabalho e a vida de qualquer profissional. Todos os comentários por mim ouvidos foram positivos, todos gostaram muito e o objetivo pretendido foi alcançado. Agradeço a oportunidade de participar desse seminário e espero que muitos outros sejam produzidos com a mesma qualidade.”

Professora Priscila Cota

Leia 1364 times

Receba informações