segunda, 01 outubro 2018 16:21

Em comemoração ao Dia do Administrador, Funcesi realiza IV Seminário com participação dos estudantes.

Na noite de 19 de setembro, aconteceu no auditório da Funcesi, no Areão, o IV Seminário em comemoração ao Dia do Administrador. Segundo a professora Mírian Barros Assis, coordenadora do curso de Administração, o evento, “além de comemorar o Dia do Administrador, também teve como objetivo colocar os alunos em contato com profissionais experientes na área da Administração, de forma a mostrar que o mercado está ansioso por mão-de-obra bem formada”.

Para a professora Renata Murta Moreira, graduada em Administração e pós-graduada em Administração Mercadológica e Mestrado em Administração com ênfase em Gestão da Inovação e na Gestão do Conhecimento, além de larga experiência em grandes empresas privadas, responsável pela palestra de abertura – Novos Formatos de Compra -, “é muito importante que o profissional não pare no tempo em relação ao conhecimento. Já tenho anos de graduação e até hoje estou aprendendo, sobretudo nessa era que a gente está vivendo agora. Eu sou professora de gestão da inovação e apaixonada pelo tema e todo dia me pergunto o que eu vou aprender amanhã porque cada dia é uma novidade”.

“Eu falo muito para os meus alunos: vocês vieram buscar diploma? Esqueçam isso porque nem isso as organizações estão pedindo mais para os profissionais. É conhecimento mesmo, sobretudo aplicado. Então, o conselho que dou é serem incansáveis na busca pelo conhecimento”, pontuou.

O professor da Faculdade Newton Paiva, Leandro Cesar Diniz da Silva, ex-professor da Funcesi, ex-coordenador do curso de Administração e da Pós-Graduação da instituição, disse que “é um prazer estar de novo aqui. Depois da minha saída, atuo hoje pelo MEC e em outras instituições e estou de volta para mostrar um pouco dessa experiência adquirida. Vou falar sobre Empreendedorismo: novas mentalidades de sucesso no Brasil”.

Segundo o professor Leandro, “falar de empreendedorismo sempre tem aquela vertente muito romântica. Muita gente fica romantizando o empreendedorismo. Só que, de nada adianta você ter uma mentalidade empreendedora, se você não tiver uma atitude de ser diferente”.

E deixou um recado para os estudantes: “Gente, vamos estudar. O Brasil está desesperado para as pessoas inovarem, de fazermos um país melhor, um país maior. Mais precisamente para Itabira e região. Quando eu saí daqui tinha uma crítica e continuo com a mesma crítica. A Vale é muito importante. Ela é talvez o coração e o pulmão de Itabira. Mas ela não é eterna. A gente tem que pensar Itabira e região de uma forma maior”, disse.

Leia 151 times

Receba informações