quarta, 03 outubro 2018 13:55

Metodologia ativa no curso de Fisioterapia

Metodologia ativa no curso de Fisioterapia

Já utilizada com sucesso em cursos de medicina em todo o país, a metodologia ativa baseada em casos clínicos parte do reconhecimento da dúvida como matéria prima para o aprendizado. Neste semestre essa metodologia foi implantada na disciplina de Farmacologia do curso de Fisioterapia da Funcesi. A ideia é fazer o estudante, ao discutir o caso clínico, perceber suas carências e buscar o conhecimento de forma orientada pelo professor.

Em oposição à metodologia tradicional, que ministrava o conteúdo de forma linear, seguindo passo a passo a ementa de disciplina, a nova metodologia usa elementos do dia a dia dos alunos, como seriados de TV e redes sociais para aproximar a sala de aula do dia a dia de um serviço de saúde. Usando o formato do seriado “Dr. House”, o caso clínico é apresentado e as propostas de diagnóstico são levantadas pelos alunos que se dividem em equipes clínicas. Várias intercorrências aparecem e a evolução do quadro de saúde do paciente é realizada através do Yammer. Sempre focado na ação dos fármacos sobre o organismo, os tópicos da ementa vão surgindo naturalmente e as dúvidas são trabalhadas na forma de pesquisa.

O envolvimento e o desempenho do estudante são valorizados além das notas, sendo este premiado com créditos que lhe garantem a ascensão em níveis hierárquicos (acadêmico 1, 2 e 3; recém-formado; profissional, sênior 1 e 2 e máster) e privilégios na hora das provas.

Desde o início do semestre, já foram resolvidos três casos clínicos que serviram para abordar temas como, farmacocinética e suas etapas (absorção, distribuição, biotransformação e excreção), farmacodinâmica e mecanismo geral de ação dos fármacos, fármacos anti-inflamatórios não esteroidais, analgésicos opioides e opiáceos, princípios gerais da antibioticoterapia, além dos conceitos importantes em farmacologia. Tudo isso é muito mais que se conseguia ministrar no modelo tradicional. A aceitação da turma se reflete na frequência e no aproveitamento, que são notadamente melhores que em períodos anteriores.

Leia 686 times

Receba informações