terça, 16 julho 2019 10:09

Casal haitiano recebe assistência jurídica da Funcesi para trazer os filhos para Itabira

A instituição oferece de forma gratuita o Serviço de Assistência Judiciária (SAJ) e abraçou a causa de Hernante e do marido Ilnez na busca por alternativas para reunir a família da haitiana em Itabira

A luta do casal haitiano Hernante Valcourt, de 33 anos, e o marido llnez Jean, 45, para trazer os filhos do Haiti para Itabira ganhou mais um aliado. Eles irão receber assessoria jurídica gratuita do Serviço de Assistência Judiciária (SAJ) da faculdade Funcesi. A instituição abraçou a causa dos pais que estão há cinco anos tentando trazer os filhos  Ivanot Jean, 13, e Jowendy Sajoux, 16, para o Brasil.

DeFato Online começou a contar o drama do casal na última sexta-feira (5). Os pais vieram para o Brasil após o terremoto que devastou o Haiti em 2010, mas até hoje não conseguiram o dinheiro nem os documentos necessários para trazer os dois meninos e reunir novamente a família.

A advogada do SAJ, Ely Cândida Procópio Pires, acolheu a história de Hernante e está buscando alternativas para vencer os desafios impostos pela burocracia brasileira e haitiana. O serviço é mantido pelo curso de Direito da Funcesi e oferece atendimento jurídico sem cobrança de honorários à população de Itabira e região. “A equipe do SAJ está empenhada em buscar alternativas jurídicas para que a família possa restabelecer o convívio”, afirma a advogada.

 Para Hernante, o apoio da Funcesi será fundamental para esclarecer questões relacionadas à documentação, visto de migração e outras demandas que envolvem os Direitos Humanos, Direitos Fundamentais e Direito Internacional. “Eu estou morrendo de saudade dos meus filhos e agora tenho mais esperança com a chegada dessa ajuda. Não vejo a hora de ter meus filhos perto de mim”, relata a haitiana.

 Na sexta-feira da próxima semana (19), o casal de haitianos irá se reunir novamente com a equipe da Funcesi para avaliar de perto o caso e entender quais serão os caminhos legais e práticos para promover o reencontro na família.

De acordo com a instituição, causas como essa só reforçam a importância do SAJ, pois garante que pessoas em situações como a da Hernante tenham acesso a orientação jurídica responsável e de qualidade.

Ajuda

Apesar da assistência jurídica ser gratuita, Hernante irá precisar de recursos financeiros para arcar com as despesas da viagem das crianças e demais custos com documentação. Assim, a haitiana irá abrir uma conta bancária para arrecadar fundos. O SAJ também irá acompanhar o processo e orientar a haitiana nesse processo.

Leia 344 times

Receba informações